INTEGRAÇÃO

Plataforma, utilizada pela graduação desde maio, oferece transparência e facilidades para comunidade acadêmica

Os cursos que já estão em andamento serão finalizados na plataforma em que começaram, o Siex. Novos cursos devem ser cadastrados no SIGAA, de acordo com as padronizações que devem facilitar as rotinas gestoras de cada unidade. Arte: Igor Outeiral/Secom UnB

 

A partir de hoje (17), unidades acadêmicas, público universitário e comunidade em geral passam a ter acesso a uma nova fase de implantação do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA): novos cursos de especialização passam a ser geridos pela plataforma que, dentre outras facilidades, ensejou a padronização de rotinas da gestão de cursos e unificação dos processos seletivos abertos. 

 

O lançamento é fruto de esforço coordenado pela Comissão de Implantação do Projeto SIG na Universidade e executado por equipes do Decanato de Pós-Graduação (DPG), Secretaria de Administração Acadêmica (SAA), Secretaria de Tecnologia da Informação (STI). Tem apoio também da Secretaria de Comunicação (Secom) e de outras unidades.

 

>> Conheça algumas das facilidades trazidas pelo SIGAA lato sensu

 

"Nosso trabalho fortalece a pós e as parcerias com outras unidades foram fundamentais. Estamos fazendo a tessitura de todo trabalho de maneira que, a cada novo módulo, como o da residência que será o próximo, isso fica mais claro", comenta a decana de Pós-Graduação, Adalene Moreira. Ela ressalta que a experiência do trabalho com outras unidades tem sido importante também para desenvolver, com mais força, outras áreas do conhecimento dentro do decanato.

 

NOVIDADES – Com a chegada do SIGAA aos cursos de pós-graduação lato sensu, interessados passam a encontrar, em uma única página, todos os processos seletivos de especialização abertos na Universidade. Antes divulgados de forma descentralizada, os editais de seleção estão mais acessíveis, sem necessidade de uma busca por diversas páginas institucionais ou de inserção de login e senha. 

 

A Universidade passa a contar também com uma nova modalidade de pós-graduação lato sensu: o MBA – Master in Business Administration –, voltado para a prática profissional em Administração.

 

>> Acesse aqui os manuais do SIGAA lato sensu

 

DESDOBRAMENTOS – A implantação do SIGAA ensejou não apenas o pensamento da logística do novo sistema para a realidade dos cursos de pós-graduação na Universidade, como também a construção de um aparato normativo dentro da UnB com a finalidade de aprimorar os procedimentos e possibilidades da área. "Todo o lato sensu foi reestruturado e revisamos seus procedimentos", explica Adalene.

 

"Foi primordial definirmos os fluxos porque havia muitas inconsistências e agora podemos utilizar o lançamento do SIGAA para divulgação de como se dá o processo", explica a coordenadora de Cursos lato sensu da Diretoria de Pós-Graduação (CCLS/DIRPG/DPG), Maria Paula Zaitune. 

Padronização dos fluxos da Universidade facilita o entendimento e proposição de cursos, evita problemas de não conformidade em auditorias e faz valer as normativas existentes. Arte: Marcelo Jatobá/Secom UnB

 

A coordenadora esteve à frente do trabalho que resultou na reestruturação dos procedimentos do lato sensu e na cartilha que instrui os cursos a tramitarem novas propostas de pós-graduação na modalidade lato sensu na Universidade. Esses cursos são ligados aos programas de pós-graduação como linha de fortalecimento do stricto sensu, que em breve também irão contar com o SIGAA. "Apesar de serem para públicos diferentes, muitas vezes formam pessoas que depois seguem para o mestrado ou doutorado", observa Adalene.

 

TRABALHO CONJUNTO – A atuação das equipes interdepartamentais que compõem a comissão foi fundamental para chegar ao resultado apresentado hoje à comunidade. "Essa parcerias fortaleceram nosso trabalho", afirma Adalene. Para a decana, cada equipe ofereceu um ponto de vista complementar e fundamental para a construção do SIGAA lato sensu. "Para garantir a eficácia de um sistema, é preciso evitar que processos importantes sejam deixados de lado. A superação desse desafio garantiu o sucesso da implantação e as equipes estão de parabéns", avalia Consuelo Galo, diretora de Sistemas de Informação (DSI) da STI. 

 

Milena Gomes, chefe de Serviço de Registro de Pós-Graduação da SAA, trabalhou junto às equipes e detalha que seu papel foi ajudar a adequar, por meio de testes, o sistema às especificidades da UnB. "A cooperação com STI e o DGP tem sido essencial para tornar possível essa implantação", destaca. Atuação em sinergia possibilitou ainda a construção do manual do módulo lato sensu do SIGAA.

 

As unidades seguem trabalhando para que os próximos módulos possam ser implantados. A previsão é que os seguintes sejam a residência médica e a pós-graduação stricto sensu.

 

Matéria alterada em 17/11 para acréscimo de informações

 

Leia também:

>> Webinário nesta quarta-feira (18) debate pandemia e globalização

>> Campanha institucional promove acolhimento e solidariedade entre a comunidade acadêmica

>> Cepe continua debate sobre próximo semestre letivo

>> Iniciativa de docentes e estudantes traz retrato inédito do Departamento de Administração

>> UnB dá início ao biênio 2020-2022 do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência

>> Pesquisa da UnB analisa as consequências da pandemia no trabalho de psicológos

>> Professoras em licença-maternidade terão prazo maior para credenciamento e recredenciamento na pós

>> Relatório apresenta resultado de autoavaliação da Universidade de Brasília em 2019

>> Especialização da UnB leva conteúdo científico a estudantes da educação básica do DF durante a pandemia

>> UnB homenageia servidores Prata e Ouro da Casa

>> Reitora da UFRJ visita espaço de inteligência de combate à covid-19

>> DPG realiza ciclo de webinários sobre Capes PrInt

>> Em disciplina integrada à pesquisa contra covid-19, estudantes monitoram casos da doença no DF

>> Critérios para participar de testes da vacina chinesa no HUB são ampliados

>> Campanhas de solidariedade da UnB continuam contando com você

>> Webinário apresenta à sociedade projetos de combate à covid-19

>> Copei divulga orientações para trabalho em laboratórios da UnB durante a pandemia de covid-19

>> Coes publica cartilha com orientações em caso de contágio pelo novo coronavírus

>> UnB cria fundo para doações de combate à covid-19    

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.

Palavras-chave