OPINIÃO

Paulo Câmara é professor do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Brasília e coordena o projeto de pesquisa Evolução e dispersão de espécies antárticas bipolares de briófitas e liquens no âmbito do Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR). É doutor em Botânica pela University of Missouri-Saint LouisMissouri Botanical Garden

Paulo Câmara

 

Mais uma vez a bandeira da UnB irá tremular nas terras gélidas do continente Antártico, pelo sexto ano consecutivo prosseguem as atividades de pesquisa da UnB junto ao Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR). Desta vez com uma missão a mais: ajudar a montar os novos laboratórios da totalmente nova Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF).


Com inauguração prevista para dia 14 de janeiro, a nova estação Antártica comandante Ferraz possuirá 17 novos laboratórios, sendo três em módulos externos e 14 localizados na área interna. Com investimento do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), foi possível equipá-los para uso compartilhado pelos 19 novos projetos de pesquisa de várias universidades brasileiras aprovados no último edital. Serão laboratórios plenamente equipados para pesquisa científica e deverão atender a demanda, com conforto, pelas próximas décadas.


Apenas duas universidades estão envolvidas na montagem dos novos laboratórios, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Universidade de Brasília. Atualmente são as duas únicas universidades presentes nas novas instalações, cuja missão nesse momento é montar os laboratórios e deixá-los operacionais já para a inauguração. Além dos novos laboratórios, a nova EACF conta com internet 4G, biblioteca, sala de reuniões e um nível de conforto que não possui igual entre nossos pares latino-americanos.


A nova EACF deverá estar totalmente operacional para inauguração, prevista para o dia 14 de janeiro, e a partir desta data deverão ter início as atividades de pesquisa nos novos laboratórios. Será certamente uma nova fase para a pesquisa antártica e um grande salto de qualidade.

ATENÇÃO – O conteúdo dos artigos é de responsabilidade do autor, expressa sua opinião sobre assuntos atuais e não representa a visão da Universidade de Brasília. As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos.