MEIO AMBIENTE

Água será retirada de reservatório fechado há 20 anos

Universidade pretende voltar a utilizar o chamado Castelo d'água. Foto: Amália Gonçalves/Secom UnB

 

A cisterna subterrânea situada abaixo da caixa d'água conhecida como Castelo d’água, localizada próximo ao Hospital Universitário (HUB), foi reaberta nesta quarta-feira (16). Por meio de bombas hidráulicas e geradores, 20 mil litros de água – não potável – foram extraídos para reaproveitamento nos jardins existentes nos balões do campus Darcy Ribeiro.

 

Segundo o prefeito da Universidade de Brasília, Valdeci Reis, esse reservatório comporta até 400 mil litros de água. “Essa água que será utilizada para regar plantas ficou parada por muito tempo e não serve mais para consumo. Ela era boa para utilização 20 anos atrás”, informa Reis.

 

Análises foram realizadas em laboratório para confirmar a impossibilidade de consumo dessa água, antes que fosse feita sua designação para a área verde da Universidade.

Não potável, água do Castelo já começa a ser utilizada para regar jardins do campus Darcy Ribeiro. Foto: Prefeitura do Campus/UnB

 

Com a seca se agravando e o racionamento de água ainda em vigor no Distrito Federal, não estava sendo possível fazer o cuidado pleno das plantas dos jardins e canteiros das rotatórias do campus. Com os resultados das análises, a UnB passou a ter uma alternativa. “Essa água será utilizada onde o caminhão pipa conseguir entrar, pois há algumas unidades nas quais esse acesso não é possível”, afirma Pedro Zuchi, coordenador de Estratégias Ambientais e Sustentáveis da UnB.

 

De acordo com Zuchi, a água será retirada aos poucos do reservatório pela empresa que hoje já é responsável pela manutenção dos parques e jardins da UnB, o que significa que não haverá nenhuma adição de custos para a Prefeitura do Campus. “Nós vamos esvaziar esse depósito para futuramente podermos usar a caixa d’água”, finaliza o professor Zuchi. Inicialmente, será utilizada apenas nas rotatórias; depois, outros locais serão incluídos.

 

*Estagiária de jornalismo na Secom/UnB.

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.