Sessão de autógrafos: Terra Negra


Livraria do Chico 10:00 - 00:00:00 13/09/2017 - 13/09/2017

No dia 13 de setembro, às 10 horas, na Livraria do Chico na UnB, a autora Cristiane Sobral fará o lançamento do seu novo livro Terra Negra, editado pela Editora Malê.

 

Sobre o Livro

"Cristiane Sobral nos desnuda com uma poesia cheia de personalidade, cores, aromas, enredos, densos enredos e escreve como tribo. Conhecedora. Caminha sem solidão porque traz as hordas dos povos em diáspora inebriados e entrelaçados em sua narrativa ética, estética e caudalosa. Curiosa sua arte, lindo o seu tear, minha querida Cristiane!  A voz de uma mulher negra é a voz que se nega ao silenciamento, a voz que se impõe à porta da Casa Grande e entra. Arrebenta a tranca e ainda tem que provar, a cada balcão, o que é, quem é, e porque o é. Cansa até. Como a poesia é feita do impacto entre a poeta ou o poeta e sua experiência de viver, está presente todo o tempo, nas escuridões de Terra Negra, a luta existencial de todas nós." 
Elisa Lucinda



Sobre a Autora

Cristiane Sobral é carioca. Escritora, poeta, atriz, diretora e professora de teatro. Mora em Brasília desde a década de noventa. Ganhadora do Prêmio FAC de Culturas afro-brasileiras-DF em 2017. Imortal cadeira 34 (Academia de Letras do Brasil). Mestre em Artes pela UnB, com pesquisa sobre as estéticas nos teatros negros brasileiros. Especialista em Docência Superior, Licenciada em Artes Cênicas. Bacharel em Interpretação Teatral. É Coordenadora Intermediária do Ensino Médio na Regional de Ensino do Núcleo Bandeirante-DF. Escreve no blog: cristianesobral.blogspot.com.br

 

Sobre os integrantes da Mesa

Calila das Mercês é baiana. Doutoranda do programa de Pós-graduação em Literatura da Universidade de Brasília (UnB). Mestre em Literatura e Diversidade Cultural/Estudos literários pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Bacharel em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Realiza estudos sobre narrativas brasileiras contemporâneas, trânsitos migratórios e deslocamentos, representações de minorias na literatura brasileira, literatura de autoria negra e mapeamentos e diagnósticos de escritoras baianas e de escritoras baianas negras. Pesquisadora no Grupo de Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea - GELBC e coordenadora do projeto Escritoras Negras da Bahia.

Marcos Fabrício Lopes da Silva: Brasiliense, nascido em 16 de setembro de 1979. Poeta com quatro livros publicados: Dezlokado (2010), doelo (2014), Chapa quente (2015) e Aberto pra gente brincar de balanço (2017). Jornalista formado pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB). Doutor e mestre em Estudos Literários pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professor de Literatura Brasileira e Literatura Infanto-Juvenil pela Faculdade JK-Gama. Graduando em Letras-Português pela Universidade de Brasília (UnB).